Editorial

Os textos de nossos boletins semanais


PROFESSOR: PROFISSÃO OU MISSÃO ?

Ambas! Quem escolhe essa profissão tem, de fato, uma tremenda missão. A missão de “ensinar o caminho em que
deve andar”; fornecer, desde a mais tenra idade, bases e informações para as crianças, adolescentes, jovens e até
adultos sobre diversas temáticas que os auxiliam na tomada de decisões, seja na escolha de uma profissão, seja no
processo de aperfeiçoamento de suas funções.
Alguém afirmou que a profissão de professor é “a mãe de todas as profissões”, haja vista que é necessário alguém
ensinar e outro aprender.
É obvio que alguém, para ensinar potenciação, geometria, sinédoque (lembra disso?), história geral, geografia
brasileira, física, química, filosofia, precisa conhecer do assunto; mais do que isso, possuir didática para transmitir o
conteúdo.
Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, mais conhecida como Cora Coralina, escreveu: “Feliz aquele que transfere
o que sabe e aprende o que ensina”.
Na sua sabedoria, o Professor Jurandy Mendes sempre me dizia que quem mais aprende é o professor, quando se
prepara bem uma aula.Portanto, cabe a esses profissionais: professoras e professores, a responsabilidade do ensino
dos futuros profissionais de qualquer nação.
Entretanto cabe ressaltar que nem sempre eles são valorizados como deveriam ser. Não somente a questão de
ordem monetária, mas também a prática do respeito. Algo que a sociedade (e não somente os agentes políticos)
deve discutir, avaliar e estabelecer normas de conduta e relacionamento.
Está no “DNA” do cristão o ato de ensinar. Ou deveria estar, pois é uma ordem do Nosso Senhor Jesus Cristo:
“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo,
ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado” (Mt 28: 19-20).

Podemos concluir que todos nós cristãos temos essa missão? Estamos preparados para o exercício dessa
profissão? Oportunidade de aprender já temos com os cultos e com a Escola Dominical. Desafio a que coloquem em
prática a essência da evangelização: transmitir as boas novas através do ensino e do nosso testemunho.
Beto Guedes compôs em sua música Sol de Primavera que “A lição sabemos de cor, só nos resta aprender”.
Registro minha homenagem e gratidão a todas as professoras e a todos os professores que escolheram essa
profissão e missão, e em especial aos que atuam ou atuaram voluntariamente na Escola Dominical.
Prof. Orlando Silva França Jr. Professor da Escola Dominical da Igreja Presbiteriana de Moema