Igreja Presbiteriana | Editorial home
810
page,page-id-810,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.1,vc_responsive

PORQUE DE DEUS SOMOS COOPERADORES!

Que privilégio temos de ser chamados assim! Quando o apóstolo Paulo escreveu à Igreja em Corinto (1 Coríntios 3.9), queria destacar que o fundamento da Igreja foi estabelecido por Cristo e não por mãos humanas. Mas somos chamados a cooperar (= operar com), dando um significado de ação, dinâmica, trabalho em conjunto, liderados por nosso Deus. O versículo continua dizendo que também somos “lavoura de Deus, edifício de Deus”, mostrando que devemos dar frutos e construir uma obra digna do Evangelho.

Nestes seis anos de Igreja organizada, a nossa IPMoema tem procurado agir assim: cooperando com Deus no bairro de Moema, cuja origem etimológica é tupi-guarani e conforme pesquisas têm dois significados históricos: o primeiro é doçura, adoçando; o segundo é mentira, falsidade. Qualquer que seja o significado, nossa missão tem sido demonstrar que doce é o Nome de Jesus; e que a mentira não está entre os valores que Deus nos ensina.

Cooperar com Deus, além de privilégio, é sobretudo uma responsabilidade que Ele nos outorga, haja vista que dEle, recebemos dons e talentos, individualmente. Graças ao Pai, em nossa comunidade, muitos talentos têm sido utilizados, cooperando com a obra cristã. Estive visitando igrejas, dentro e fora do país, nos meses de dezembro e janeiro, e observei que a maioria delas estava estimulando os seus membros à ação, à participação de forma mais intensa e efetiva; desafiando a todos da comunidade para que colocassem a serviço da obra de Deus seus dons e talentos em diversas áreas: ensino, louvor, som, tecnologia, grupos familiares ou pequenos grupos, visitação, grupos de oração, orientação psicológica ou profissional; convocando a usufruir as bênçãos de serem dizimistas, e também despertar vocações para o ministério pastoral.

Penso que a Igreja Presbiteriana de Moema, nesses seis anos, tem procurado trilhar no caminho de trabalhar em prol do Reino de Cristo, sob a ação do Espírito Santo. E por isso Deus tem nos dado o crescimento, conforme 1 Coríntios 3.6: “mas o crescimento veio de Deus”.

É verdade também que passamos por aflições, mas as bênçãos as superam em muito nesse período. Muitos irmãos e irmãs já passaram por Moema e deixaram suas contribuições de diversas maneiras. Outras, certamente, virão trazendo colaboração.

Ainda somos uma igreja muito jovem, mas já temos visto a mão de Deus operando em nós! É muito abençoador ver as crianças crescendo na igreja, aprendendo e praticando os ensinos de Jesus, amando a Deus e a família. Bênção igual é ver adolescentes e jovens participando dos trabalhos. Também agradecemos a Deus pelos cultos que participamos para adorar a Deus, aprender com as instruções dos nossos Pastores José Roberto Silveira, Eudes Coelho, bem como outros irmãos e irmãs (pastores, presbíteros, seminaristas, professores e professoras) convidados que nos abençoaram nos cultos e nas aulas de Escola Dominical. Quantos visitantes são trazidos pelos irmãos da Igreja ou aqueles que nos localizam pela internet!

Entretanto, temos muito a fazer daqui para a frente. Deus quer que continuemos a crescer. E devemos procurar o crescimento que Deus almeja de cada membro. Pergunte ao Senhor: o que queres que eu faça? E com a cooperação de cada um de nós, sob a orientação do Espírito Santo, a nossa Igreja será abençoada e abençoadora!

Presbítero Orlando França

Clique aqui para visualizar a página de Editoriais.